Curso de Cuidador de Idosos

fisioterapeuta

A Profissão do Futuro é cuidar de idosos!

Se existem certezas na vida, uma delas é que você vai envelhecer.

Goste ou não! Queira ou não!

Dilema para alguns, um presente para outros, o fato é que a chamada melhor idade está chegando para cada vez mais pessoas, o que está fazendo com que muitas pessoas mudem sua forma de pensar. E o papel dos Cuidadores de Idosos é cada vez mais importante.

Os idosos, que antes (e ainda hoje, em muitos casos) eram tratados como algo que não tem mais serventia, que poderiam ser descartados como um móvel ou uma roupa velha, hoje tem seu espaço na sociedade.

Com diversas leis que fazem respeitar seus direitos, empresas abrem mão de contratar jovens sedentos para contarem com sua experiência, bancos oferecem linhas de créditos cada vez mais atrativas, agências de viagem preparam pacotes personalizados que proporcionem aquela viagem aguardada durante toda a vida.

Todas essas facilidades e conquistas, conseguidas com muito suor, são mais do que merecidas, mas muitas vezes, os cuidados mais importantes são deixados de lado.

Com o avanço da idade chega a sabedoria, mas também aparecem os problemas de saúde e suas necessidades especiais.

Por isso, uma profissão que crescerá muito no Brasil nos próximos anos é a do Cuidador de Idosos.

População Que Mais Cresce no Brasil

A população idosa no Brasil teve um crescimento de 18%, apenas nos últimos cinco anos.

Entre 2012, quando o número de pessoas com idade acima dos sessenta anos era de 25,4 milhões, e 2017, esse número subiu para 30,2 milhões de pessoas.

A evolução nos tratamentos e prevenção de doenças, bem como a melhoria nas condições de saúde em diversas regiões do país contribuem decisivamente para o aumento da expectativa de vida do brasileiro.

O avanço das políticas públicas de combate à desnutrição, juntamente com as campanhas de vacinação em massa, impactam diretamente no aumento deste número.

Segundo dados do IBGE, hoje a expectativa de vida dos brasileiros é de 75,8 anos, ainda atrás de países como Japão e Singapura.

Paralelamente ao aumento na expectativa de vida, o tamanho das famílias diminuiu nos últimos anos, outro ponto que colabora fortemente para o aumento do número idosos.

O número médio de filhos nas famílias vem diminuindo cada vez mais. Em 2000 esse número era de 2,4 filhos por mulher.

Em 2015, esse número baixou para 1,6 filhos por mulher.

Mais focadas em dedicar-se à carreira profissional, aliadas ao aumento da escolaridade, as mulheres têm tido menos filhos no decorrer das últimas décadas.

Hoje vemos cada vez mais famílias com um ou dois filhos, no máximo. Enquanto que, nas famílias de antigamente era comum haver seis, sete, até 10 filhos na família.

Para se ter uma ideia do contraponto dos números, enquanto a população idosa cresceu mais de 18%, o total de crianças entre zero e nove anos diminuiu 3,6%, caindo de 14,1% para 12,9%.

O Que Faz Um Cuidador de Idosos?

As rotinas de um cuidador de idosos pode ser muito parecida na maioria dos casos, mas alguns casos demandam mais cuidados.

A função principal do Cuidador de Idosos é prover qualidade de vida, zelando pelo bem estar psicológico e físico do idoso que estiver sob seus cuidados.

Muitas atividades podem ser realizadas pelo Cuidador, como:

  • Acompanhar o idoso à consultas e exames
  • Acompanhá-lo em seus exercícios diários
  • Garantir que os remédios sejam tomados nos horários corretos
  • Trocar fraldas
  • Aferir pressão
  • Auxiliar nas tarefas diárias
  • E muitas outras

É importante conversar bastante com a família e alinhar todas as atividades que serão realizadas no acompanhamento ao idoso.

O mercado de trabalho, terceiro que mais cresceu no país, possui uma boa variedade de opções para exercer a profissão, como:

  • Residências
  • Hospitais
  • Centros de Recuperação
  • Agências de Turismo
  • Clinicas de Recuperação
  • Casas de Repouso

Os orgãos públicos também são uma opção para exercer a atividade profissionalmente, inclusive com salários um pouco maiores do que no setor privado.

Para estas entidades, quem se interessar por uma vaga deve prestar concurso público.

Cursos de Cuidador de Idosos

Para atender a demanda cada vez maior do mercado, a oferta de Cursos de Cuidador de Idosos tem crescido cada vez mais.

Até pouco tempo atrás, quando se falava em cuidados com idosos, a primeira profissão que vem à mente é a enfermagem.

A regulamentação da profissão ainda está em discussão, mas independentemente da questão política, a procura por pessoas qualificadas nessa atividade vem aumentando.

Por isso a necessidade de buscar a melhor qualificação possível para o exercício da profissão.

Diversas instituições de ensino oferecem Curso de Cuidador de Idosos, onde são abordadas disciplinas como:

  • Higiene oral e corporal
  • Alimentação, hidratação e sono
  • Senilidade e senescência
  • Comunicação e relações interpessoais
  • Saúde e segurança no trabalho
  • Alterações fisiológicas

Além dessas disciplinas, um curso pode abordar temas como legislação, o papel do cuidador, entre outros temas.

Caracterísiticas do Cuidador de Idosos?

Segundo o Ministério da Saúde, mais de três milhões de pessoas com mais de sessenta anos possuem algum tipo de dependência.

Mas, apesar de ser um mercado extremamente promissor, é preciso observar alguns aspectos antes de mergulhar nessa carreira.

Primeiramente, é necessário fazer uma reflexão sobre você, pois a empatia é a principal característica do Cuidador de Idosos.

É fundamental saber colocar-se no lugar do outro.

É preciso entender que trata-se de uma pessoa que já viveu bastante tempo, que possui seus hábitos, sua independência e seu espaço.

Por este motivo, será necessário exercitar sua autoridade, e, principalmente, sua paciência.

O fator psicológico é fundamental para tornar-se um bom Cuidador de Idosos.

A demanda por profissionais e cursos de cuidador de idosos cada vez mais qualificados aumenta a cada dia, assim como a população consumidora deste tipo de serviço.

Por isso, procurar uma boa instituição de ensino que ofereça curso de cuidadores de Idosos pode fazer toda a diferença, juntamente com o desenvolvimento da empatia e do fortalecimento psicológico, na hora de entrar nessa área.